Segunda-feira, 22 de Maio de 2006

Governos e governos...

Boas caros colegas, aqui estou de novo recém chegado do grande evento que foi o 8º Congresso da JCP em V.N. de Gaia (que correu muito bem =) !! Como tal, não é de admirar que após dois dias de intensa discussão política a minha cabeça esteja a fervilhar de ideias. À parte deste evento político ocorreu também o congresso de PSD e uma série de outros acontecimentos políticos…então eu pus-me a pensar…existem várias ideologias políticas, cujas quais podemos explicar através de muitas teses, de muita História, na maior parte das vezes através de muita demagogia, mas tudo em teoria! Então eu comecei a matutar sobre como explicar cada uma das ideologias que maior marca deixaram neste nosso mundo mas de uma forma prática, da forma como nós as levamos no lombo. Lembrei-me então de uma analogia que vi à não sei bem quanto tempo e não sei bem onde mas enfim…imaginemos duas vacas…não são dessas! (falo mesmo dos dóceis animaizinhos ás manchas pretas e brancas que dão o tão precioso líquido que é o leite!) mas continuando…imaginemos que duas vacas são a nossa (povo) posse e que temos um regime fascista, logo o governo tira-nos as duas vacas e vende o leite a nós! Num governo socialista a coisa é mais branda e tiram-nos as duas vacas mas para dar ao vizinho rico! O governo Comunismo tira igualmente as duas vacas mas dá-nos o leite! Depois temos os regimes mais extremistas como o nazismo, aqui a coisa é de processos simples, o governo mata-nos e fica com as vacas! No anarquismo, (muitas dúvidas relativamente ao seu enquadramento nalguma ideologia??...mas vamos dar o beneficio da dúvida) as duas vacas são mortas e faz-se um churrasco à maneira! Por fim temos uma forma de governo, no mínimo, particular, que é PORTUGAL! Aqui o governo passa multas para os ministros irem passar férias, enquanto nós bebemos o leite 20% mais caro. Como se não bastasse, temos algo designado de burocracia, que serve para o governo depois de se abarbatar das duas vacas matar uma e mandar o leite da outra fora, e com a ajuda do fiel amigo capitalismo vender uma vaca, comprar um boi e usar os bezerros como imposto!

Mas não se preocupem, o mais certo é as vacas acabarem num suculento Big Mac no Maccdonald’s mais perto de si! =pP


publicado por Jose Estaline às 02:51
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Freire a 22 de Maio de 2006 às 21:55
sim de facto ha muitos regimes politicos, muita historia, teorias, conjunturas, factos. bla bla bla.
mas no q toca a Portugal, tudo é bizarro, inexpliquavel e inadmissivel no q toca à politica e à mentalidade atrasada dos portugueses. lidar com a politica e com o quotidiano à moda portuguesa parece ser cronico. a tal conjuntura nao é mais do que directamente proporcional à mentalidadezinha de merda que vigora na mente do comum do portugues.


De Paulo Pinto Coelho a 9 de Junho de 2006 às 02:29
Caro Freire. Falar mal de um povo pelo simples facto de nele não se conseguir atingir aquilo que se quer é muito usual. Isso é que é uma visão muito redutora e auto-satisfatória. Pelo menos resta-nos a identidade, uma língua própria, um passado invejável por todo o mundo e, acima de tudo, somos uns pelos outros. Acho que isso é das poucas coisas que só se ganha com uma História inteligente, repleta de sangue e orgulho. Não somos um território desanexado de uma super-potência mas sim um território anexador!
Já agora, no país onde estás, centro político europeu, onde tantos termos político-económicos se usam, capital dos engravatados e das palavras caras, como é possível ainda não saberes o que se faz designar por "conjuntura"? Se calhar, nesse povo, a mentalidade é tão avançada que não se interessam por ensinar "tacanhos" portugueses.


De Paulo Pinto Coelho a 9 de Junho de 2006 às 02:35
Já agora, ficas aqui com uma definição de conjuntura.

http://www.priberam.pt/dlpo/definir_resultados.aspx

Lê mais sobre política para não estares a dizer disparates disfarçados por palavras-caras, pelo menos para ti, soltas.


De "os coutinhos" a 23 de Maio de 2006 às 05:15
caro colega,
Respondendo ao link sobre os governos e os governos;
Essas ditas vacas ja estão demasiadamente secas para darem qualquer tipo de leite. Neste momento só se aproveita a pouca carne que resta!
Devemos espalhar a mensagem, como alguém uma vez disse e muito bem, " a revolução começa aqui !".
Força para o vosso blog!


De Tó Boinas a 30 de Maio de 2006 às 11:40
caro J. Estaline permite-me fazer um correcção, quando dizes: "O governo Comunismo tira igualmente as duas vacas mas dá-nos o leite! " deverias dizer: o governo comunista tira-nos igualmente as vacas (pois são propriedade de todos) mas obriga-nos a ordenha-las e no final dá UM COPO DE LEITE a toda a gente...!
um grande bem haja!


De Jose Estaline a 31 de Maio de 2006 às 00:05
caro tó boinas tens razao quando dizes que no comunismo temos de ordenhar nós as vacas!mas quanto ao copo de leite so tens razao se o "copo de leite" for o necessário pra nao passar fome...impedindo que uns bebam uma garrafa e outros bebam um golinho da teta da vaca(se bem que ha ai cada vaca das quais eu bebia directamente das tetas com prazer)...abraço


Comentar post

Quebra-Costas

pesquisar

 

Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

What's new(s)

Perguntas Impertinentes (...

O Momento da Ventosidade

Perguntas Impertinentes (...

FIFA! Esse grande organis...

Santa Casa da Misericórdi...

U.S.A. – Unlawful States ...

Pedido

Governos e governos...

Consumo Saudável...

Introducing

arquivos

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

SAPO Blogs

subscrever feeds